amizade

XCIV dia

Collocar batom, possivelmente muito vermelho, e sair de casa. Encontrar alguem maluco como eu, pedir uma foto e sorrir abraçados juntos.

A receita da felicidade por hoje foi simplex e bem legal!

Advertisements

LXXIX dia

Hoje uma pessoa me disse que, com a vida, temos que ser como surfadores. Nunca podemos prever o tamanho da próxima onda. E para mim é assim mesmo. As vezes, estou no fundo e não sei nem mergulhar, as vezes, domino a corrente e parece que nada pode me derrotar.

Foi um ótimo dia e, no final, sai com o meu marido para comemorar. Talvez amanhã vou contar porque. 

LXXVIII dia

Hoje falavo com um meu amigo sobre as possibilidades não colhidas, sobre o arrependimento. 

Na minha vida, sempre tentei de agir seguindo o instinto, então não tenho muitas coisas das quais me arrependo ou que queria fazer e não fiz. Mesmo assim, acho que cada possibilidade pode voltar. Não existe um trem que passa somente uma vez… até que a gente fica esperando na estação. O que muda é o momento único e exclusivo que faz daquela possibilidade uma escolha fundamental para a nossa vida. É por isso que é preciso viver intensamente. Não porque uma ocasião não pode voltar, mas porque, colhe-lá quando volta, não faz o mesmo efeito que poderia fazer colhe-lá da primeira vez. Porque mudou o tempo, mudou o momento. É aquela que podia ser uma situação mágica, acabou para ser simplesmente uma situação.

LXXIII dia

Depois se um tempo, resolvi de responder às mensagens do P., aquele que até alguns anos atrás, eu considerava a minha alma gêmea (antes de descubrir que não existe nenhuma alma tão parecida com a minha da me poder amar suficientemente). Me perguntava como estou e falei pra ele a verdade. Que é um período ruim, que estou cansada, que não entendo o porque de toda essa dor.

Quando falo com ele sempre penso que foi muito esperta em não escolhe-lo pra ficar juntos. De um jeito, poupei a sua vida. Agora está casado, tem um filho e imagino esteja feliz. O que eu poderia oferecer pra ele, além das boas lembranças.

E só que é estranho perceber como as pessoas que me disseram que me amavam, acabaram todas casando com outras mulheres. Talvez é por isso que eu mesma me casei com alguem que nunca me amou como eu quero ou preciso.

LX dia

Podemos fingir, por um tempo, que estamos sozinhos, mas nunca estamos. Tem sempre um amigo que, perto o longe, está pronto, em qualquer momento a segurar a nossa mão.

Hoje ajudei uma minha amiga italiana a criar um blog aqui no wordpress. Ela está passando por algo muito difícil. Está tentando adoptar um bebê e, na Itália, esse procedimento é muito longo e árduo. Espero que ela e o seu marido conseguem. No enquanto, ela me pedi o que eu achava sobre a sua ideia de contar a sua história. Conta em um blog, foi a minha resposta. Então, se alguem de você quer dar  uma olhadinha, esse é o blog 

Boa leitura!

LV dia

É sempre muito emocionante participar de algo pela primeira vez. Aqui a pouco eu e o meu marido vamos sair para participar a um arraià. Estou super feliz! Isso significa que vou fazer novas amizades, que vou passar um tempo muito legal. Tentei me fantasiar de algum jeito. Não sei se consegui… Mas tentei e foi muito divertido!