LXXVIII dia

Hoje falavo com um meu amigo sobre as possibilidades não colhidas, sobre o arrependimento. 

Na minha vida, sempre tentei de agir seguindo o instinto, então não tenho muitas coisas das quais me arrependo ou que queria fazer e não fiz. Mesmo assim, acho que cada possibilidade pode voltar. Não existe um trem que passa somente uma vez… até que a gente fica esperando na estação. O que muda é o momento único e exclusivo que faz daquela possibilidade uma escolha fundamental para a nossa vida. É por isso que é preciso viver intensamente. Não porque uma ocasião não pode voltar, mas porque, colhe-lá quando volta, não faz o mesmo efeito que poderia fazer colhe-lá da primeira vez. Porque mudou o tempo, mudou o momento. É aquela que podia ser uma situação mágica, acabou para ser simplesmente uma situação.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s